terça-feira, 14 de julho de 2009

amo-te

Talvez não seja o melhor sentimento que devia sentir por ti, mas eu amo-te. Não queria amar-te com tanta intensidade, não queria pensar em ti com tanta intensidade, nem sequer queria saber quem és. Estas tão longe, mas ao mesmo tempo estas tão perto. És o sangue que me corre nas veias, o ar que eu respiro. Estou sempre a olhar por ti, sempre a caminhar ao teu lado! Nunca te vais sentir sozinho, vais estar sempre acompanhado. Não consigo tirar-te da minha cabeça, não consigo tirar-te do meu coração, não consigo tirar-te do meu sangue.
Amo-te por tudo o que passamos, amo-te por aquilo que és.
Há coisas que não se apagam, que ficam para sempre. Gosto muito de ti, e um dia saberás disso, um dia… Até esse dia, digo-te mais uma vez: AMO-TE.

Inês Henriques

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se eu não gostar de mim, quem gostará?

A minha foto
Portalegre, Portugal