quarta-feira, 15 de julho de 2009

101 cartas de amor


Peguei várias vezes no papel e na caneta, escrevi-te 101 cartas de amor.
Escrevi sempre o que senti-a por ti, escrevi várias vezes que tinha saudades tuas. Recordava-te de vários momentos que passamos… Esperava ansiosa pela tua resposta, pela tua carta. Acreditava que as minhas cartas te podiam trazer até mim, acreditava em voltar-te a ver com o teu grande sorriso, com aquele brilho que tens nos olhos.
Passavam dias e dias… voltava a escrever-te, para ver se conseguia alguma resposta.
Já tinham passados tantos anos desde a última vez que te vi, desde a ultima vez em que te abracei.
Jurámos um ao outro que ia ser para sempre, que íamos seguir sempre o mesmo caminho, mas isso não aconteceu. Deixaste-me, partis-te para longe.
Se calhar já nem te lembras de quem eu sou, se calhar nunca leste nenhuma carta que te escrevi. Mas eu vou continuar a tua espera, vou continuar a escrever-te até conseguir alguma resposta, algum sinal que me leve a ti.
Sabes, nunca deixei de gostar de ti.


Inês Henriques

3 comentários:

  1. está lindo amor . mas acho que o caminho é para a frente e não podes estar sempre agarrada ao passado .
    eu amo-te

    ResponderEliminar
  2. ta tao perfeito como tu i eu sem que a vida nao é uma mar de rosas mas se sobesses o que sinto por ti i si eu te pudesse diser todas palavras que tenhu encravadas na garganta.. e nao as digo porque sem que nao vale a pena aádoro te tanto

    ResponderEliminar

Se eu não gostar de mim, quem gostará?

A minha foto
Portalegre, Portugal